Sintape encaminha ofícios à empresas para saber como será a volta ao trabalho
08/06/2020 | 09h:00

Com o retorno antecipado de algumas atividades não essenciais para esta segunda-feira, 08, por parte do Governo (a data inicial era dia 15/06), a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Agricultura e Meio Ambiente do Estado de Pernambuco (SINTAPE) encaminhou ofícios às instituições que contempla sua base, solicitando informações referentes à retomada das atividades dos empregados afastados por conta da pandemia da Covid-19.

 

Como e quando se dará o retorno e quais as medidas de proteção para os trabalhadores, são pontos de preocupação para os dirigentes sindicais. Os ofícios foram encaminhados às administrações da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Agencia Estadual do meio Ambiente (CPRH), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e Pernambuco Participações e Investimentos S.A. (PERPART).

 

Os empregados das referidas instituições se encontram em isolamento social desde março, por forca de Decreto estadual. Nos ofícios, o SINTAPE destaca que, como a partir do próximo dia 15 será retomada outras atividades econômicas suspensas durante o enfrentamento à pandemia, de forma setorial e gradual, conforme Plano de Convivência do Governo do Estado e seu cronograma de flexibilização de atividades econômicas, previsto no Decreto 49.055 de 31 de maio de 2020, a entidade sindical precisa tomar conhecimento antecipado de como se dará a volta dos servidores públicos estaduais. Muitos trabalhadores de sua base são do grupo de risco e necessitam de atenção especial ou continuarem no isolamento.

 

Mesmo com o anúncio de que o retorno das atividades econômicas será avaliado semanalmente, pelo Gabinete de enfrentamento à Convid-19, as preocupações são imensas, tendo em vista que a curva de contaminação continua ascendente. "Precisamos ser informados sobre quais procedimentos serão adotados pelas instituições acima citadas para proteger nossa base. Não podemos colocar em risco pessoas vulneráveis, nem aceitar condições de trabalho inadequadas nestes ambientes", frisou

Antônio Fernando Pinheiro, presidente do SINTAPE.

 

REDAÇÃO SINTAPE

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

linksÚTEIS

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados ao Sintape