Sintape discute pauta de negociação com IPA
08/10/2018 | 02h:37

 

Os diretores do Sintape e integrantes da Comissão de Negociação do IPA se reuniram no dia 27/09 com a diretoria do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) para discutir a pauta de reivindicações dos funcionários da instituição.

Segundo a direção do IPA, no momento, o impedimento para tratar de questões financeiras é devido ao limite prudencial. Essa conversa já está sendo orquestrada por parte do Governo como justificativa. Ele quer se blindar em não dar reposição salarial e nem aumento ao funcionalismo, conforme avalia Adailton.

Na reunião, o superintende informou que no ano passado, o Governo tinha a proposta de fechar acordo por dois anos, e que o Sintape não aceitou. Adailton Melo frisou que o sindicato, através de assembleia com a categoria, não aceitou o acordo por dois anos, pois naquela época os funcionários do Instituto já estavam há quatro anos sem reposição salarial. Negociar duas datas-bases, com reposição zero(0), não foi possível.O presidente do sindicato ainda lembrou que o último acordo coletivo, fechado em junho deste ano, demorou por causa da demora da negociação por parte da esfera governamental.

Durante a reunião, Ângela Senna, membro da Comissão e Negociação, refletiu a preocupação dos funcionários de nível médio do IPA e fez um desabafo da realidade dos funcionários à presidenta do órgão e aos membros da diretoria do IPA presentes. “Muitos de nós de nível médio estamos recebendo após os descontos, abaixo de um salário mínimo”.

"Este governo escolheu tratar categorias de formas estratégicas, a exemplo da Polícia Militar com quem negociou, mas com o IPA não!”, lembrou o diretor do Sintape, Antônio Angelim.

Os pontos da pauta não foram discutidos na sua integralidade, ficando outra reunião de Negociação ser marcada para este propósito. Durante a reunião de Negociação no IPA, a diretoria do sindicato solicitou a presidenta da autarquia, que fosse marcada uma reunião específica para tratar sobre o Plano de Saúde dos funcionários do Instituto.

Redação Sintape

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

linksÚTEIS

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados ao Sintape