Governo fecha Acordo Coletivo de Trabalho da Perpart, data-base 2018-2019, mas trava homologação
18/10/2019 | 04h:46

Governo fecha Acordo Coletivo de Trabalho da Perpart, data-base 2018-2019, mas trava homologação

Em assembleia, categoria decide realizar operação padrão, que terá início no dia 29, com paralisação das atividades todas as terças-feiras.

Em assembleias realizadas terça, 15, nas dependências da estação de pesquisa do IPA de Serra Talhada, e no dia 16, no auditório da Empresa Pernambuco Participações e Investimentos S.A, no Recife/PE, os empregados da PERPART decidiram realizar uma operação padrão em protesto contra a atitude do Governo do Estado em não encaminhar o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), data-base 2018-2019, dos empregados da empresa pública para a homologação.

As paralisações serão de advertência, todas as terças-feiras, inciando dia 29 deste mês. O ACT, cuja proposta partiu da esfera governamental, foi aprovado no final de junho deste ano em assembleias realizadas nas duas cidades, nos dias 26 e 27.

Nas assembleias dos dias 15 e 16 deste mês, presidente do Sintape , Adailton Melo, em sua fala, historiou todo o processo negocial, em que a diretoria do sindicato após vários meses de negociações, decidiu com o aval dos trabalhadores, aceitar a irrisória proposta oferecida pelo Governo. Proposta esta que não incidia sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal.

No dia 1°de julho, o Sintape encaminhou oficio à Perpart, informando da decisão da categoria em aceitar a proposta oferecida pelo Governo. Estranhamente até a este momento, passados mais de 100 dias, a diretoria da Perpart ainda não homologou o Acordo firmado com o sindicato. Até agora, apenas promessas falsas da esfera governamental.

Diante de todo esse cenário, após ser colocado em votação na última Assembleia, realizada quarta-feira, 16, por unanimidade a categoria decidiu, que se até o próximo dia 25, o ACT não for efetivamente homologado, vai iniciar as paralisações de advertência até que ocorra a devida homologação.

A Diretoria do sindicato, através da assessoria de imprensa, vai tentar realizar entrevistas em todos os canais de mídias espalhados pelo Estado de Pernambuco, denunciando a postura do governo para com os trabalhadores da Perpart.

Os trabalhadores da empresa pública já vão entrar no sexto ano sem reposição. "Talvez a intenção seja vencer todos pelo cansaço. Estamos lutando para que o Estado cumpra o que propôs. Que tenha palavra e acabe com esse desgaste. O sindicato tem cobrado diariamente a todos os envolvidos, e nada!”, lamentou Adailton Melo.

Para a categoria, o posicionamento do Governo mostra sua ineficiência e falta de compromisso para com os empregados estaduais da Perpart e quase todos os servidores do serviço público estadual, Confirma ainda uma irresponsabilidade sem tamanho para com os trabalhadores de uma forma geral. “Esta morosidade não pode mais atrapalhar a vida do trabalhador. Ele merece respeito! Segundo a Secretaria de Administração, os Acordos já passaram pela Comissão de Política Pessoal (CPP) e aguardam outras assinaturas. O motivo do atraso em assinar é um mistério para nós” concluiu o presidente do sindicato.

Sindicato forte, depende da união da base!
Redação Sintape

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

linksÚTEIS

Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados ao Sintape